sábado, 13 de dezembro de 2008

Me peça...



Florzinha muito pequena...Frágil, apenas três espinhos pra se defender.
Desisto de pôr redoma e tapa-vento.
Não me responsabilizo, nem por mim nem por você.
Ao menos um gesto, apenas um.
Não me negue.
Estou indo agora com os pássaros, me impeça!
Vou percorrer outros planetas, não deixe!
Diga que quer que eu fique.
A companhia de uma lagarta te atrai mais.
Talvés um dia eu vire borboleta, espera!
Estou olhando pra trás, me segura.
Quero ficar perto sem precisar sorrir.
Leio Neruda pra te embalar.
Irrigo suas pétalas.
Fico?
Vou?
Por favor, me impeça!

Um comentário:

monique disse...

Você sabe que eu acabo impedindo mesmo!